Uma definição de amar

Ok, ok, pode ser meio gay (nada contra gays), mas eu gosto dessa música, principalmente pelo refrão, que define o que é amar. Óbvio, nem todos amam da mesma forma, mas esta é uma das minhas preferidas: a própria ausência de motivo, amar por amar, pelos pequenos detalhes que tornam a pessoa especial e única. De certa forma, está relacionado com outra frase que gosto, retirada de “O Homem Bicentenário”: “O que nos torna diferente das outras pessoas são as nossas imperfeições”. Provavelmente é isso que nos faz amar alguém, um conjunto único de características.

Além disso, eu precisava testar o plugin, então… (pode parecer desculpa, mas não é. É sério, eu juro)


You’re so beautiful
But that’s not why I love you
I’m not sure you know
That the reason I love you
Is you, being you, just you
Yeah, the reason I love you
Is all that we’ve been through
And that’s why I love you

Esta entrada foi publicada em Pensamentos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *